Acessibilidade

Marcelo Dutra recebe visita do secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente

O secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) e presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Marcelo Dutra, recebeu, nesta quarta-feira (16/05), no gabinete do órgão, a visita do secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente (MMA), José Pedro de Oliveira, que estava acompanhado de uma equipe de técnicos especializada em Sítio Ramsar.

No encontro, que contou com a participação dos secretários executivo da Sema, Adilson Cordeiro e adjunto de Gestão Ambiental, Denis Sena, José Pedro informou que estava há três dias no município de São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros de Manaus) divulgando o título internacional de Sítio Ramsar concedido ao rio Negro junto a lideranças políticas e indígenas daquela região.

Dutra disse que a visita de José Pedro é de grande relevância para o Amazonas, que começa a discutir a importância do Ramsar para o rio Negro e para o Estado. “A parceria do nosso governo com o MMA sempre foi de grande importância para discutir propostas de preservação, combate e, principalmente, projetos e ações com bases no desenvolvimento sustentável do Amazonas”, explicou.

A visita do secretário de Biodiversidade ao secretário da Sema e presidente do Ipaam acontece um dia antes da chegada a Manaus do ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte. Ele desembarca nesta quinta-feira (17/05), às 10h, no aeroporto internacional Eduardo Gomes e cumpre agenda de trabalho com o governador Amazonino Mendes sobre temas relativos às questões ambientais no Estado.

Com Marcelo Dutra, José Pedro conheceu o trabalho desenvolvido pela equipe da Sema para a implantação da Reserva da Biosfera da Amazônia Central (RBAC) e a proposta de criação da Área de Proteção Integral Ambiental (APIA) para preservação do sauim-de-coleira, que abrange os municípios de Rio Preto da Eva (distante 74 quilômetros de Manaus) e Itacoatiara (176 distante da capital).

José Pedro fez questão de elogiar o trabalho da equipe técnica da Sema que, segundo o secretário de Biodiversidade, “mantém uma Reserva de Biosfera funcionando”. “Isso não acontece em outros Estados e, aqui no Amazonas, todos vocês estão de parabéns pela iniciativa”, elogiou.

O secretário do MMA informou que, em todo o Brasil, existem 150 espécies de primatas, sendo 35 delas de sauins ameaçadas de extinção e seis encontram-se no Amazonas na categoria de extrema ameaça. José Pedro informou que, ainda este ano, o Governo Federal pretende lançar a Operação Primatas Federal. A ação tem como objetivo garantir a preservação das espécies e o Estado está incluindo no trabalho.

FOTOS: ANDREA REIS/IPAAM