Acessibilidade

Secretário da Sema é homenageado com Honra ao Mérito nos 40 anos do Tratado e Cooperação Amazônica

O secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) e presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Marcelo Dutra, recebeu, nesta quinta-feira (10/05), no auditório Auton Furtado Junior da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), a medalha de Honra ao Mérito concedida pela Associação PanAmazônia em comemoração o 40º ano do Tratado de Cooperação Amazônica (TCA).

A comenda é a mais alta condecoração da entidade e reconhece o trabalho de personalidades políticas e empresariais amazonenses envolvidas com agendas positivas, tendo como compromisso a promoção da integração dos países vizinhos por meio de ações sociais, educacionais e ambientais. Também receberam a honraria os empresários Jaime Benchimol e Phellip Daou Jr., presidente da Academia Amazonense de Letras (AAL), Gaitano Antonaccio, dentre outros.

A honraria foi entregue na abertura do Seminário do TCA “Um debate sobre o futuro da Amazônia”, que conta com a participação da ex-presidente do Equador, Rosalía Arteaga e presidente da Associação PanAmazônia, além do diretor do Instituto Brasileiro de Relações Internacionais do Ministério das Relações Exteriores, Paulo Roberto Almeida, e do ex-ministro da Fazenda, Rubens Ricupero, por videoconferência. Marcelo Dutra será um dos palestrantes nesta sexta-feira (11/05). 

Harmonia ─ O TCA foi assinado em Brasília no dia 3 de julho de 1978 pelos oito países amazônicos: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. Trata-se de um instrumento jurídico de natureza técnica com foco na promoção do desenvolvimento harmonioso e integrado. Ele tem como base de sustentação um modelo de complementação econômica regional, que contemple o melhoramento da qualidade de vida de seus habitantes e a conservação e utilização racional de seus recursos naturais. 

Integração ─ Marcelo Dutra destacou a importância dos 40 anos do tratado e disse que o Governo do Amazonas está aberto a discutir com países vizinhos projetos de integração amplos. “Nós precisamos de integração científica, empresarial, econômica e cultural. Precisamos integrar essa Amazônia inteira como um bioma, como a natureza nos ensina. Não há fronteiras para o meio ambiente. Aqui, no Amazonas, temos a clara certeza que não pode haver barreiras para qualquer forma de desenvolvimento sustentável”, defendeu.

Durante a comemoração do TCA, o seminário também vão reunir o vice-presidente da Associação PanAmazônia, economista e empresário Jonathan Benchimol, secretário Nacional de Articulação Social da Presidência da República, Henrique Villa Costa Ferreira, secretária-geral da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Jacqueline Mendoza, e da pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Beatriz Ronchi Teles.

Cidadã Amazonense ─ Na abertura do encontro, a ex-presidente do Equador e presidente da Associação PanAmazônia, Rosalía Arteaga recebeu o Título de Cidadã Amazonense concedida pela Assembleia Legislativa do Estado, atendendo proposta do deputado Luiz Castro. Na solenidade especial, o secretário da Sema e presidente do Ipaam, Marcelo Dutra, representou o governador Amazonino Mendes.

FOTOS: ANDREA REIS/ANTONIO LOPES/SEMA