Acessibilidade

Silves e Itapiranga receberão ações de conscientização ambiental contra queimadas e desmatamento

O Governo do Estado do Amazonas, por meio do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), estará promovendo ações educativas para redução dos focos de queimadas nos municípios de Silves e Itapiranga, entre os dias 14 e 17 de setembro. Em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) e Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Educação, as equipes estarão desenvolvendo os trabalhos de conscientização ambiental referente a Campanha “Floresta Faz a Diferença”.

A programação que objetiva alertar a população contra os perigos do desmatamento e queimadas ilegais, terá início em Silves nesta terça-feira (14/09) e seguirá até quarta-feira (15/09), com concentração na Escola Municipal Alda Amazonas Martins para a realização de palestras e orientações para as lideranças locais, além das oficinas de leituras na Biblioteca Móvel do Ipaam. Simultaneamente, as demais equipes do projeto estarão promovendo a campanha nas ruas da cidade, envolvendo professores e gestores das escolas públicas.

Nesta quinta (16/09) e sexta-feira (17/09), as atividades estarão no município de Itapiranga, concentradas nas escolas Kitó Tatikaua e Maria Rosalina.

Floresta Faz A Diferença — A campanha “Floresta Faz A Diferença” já percorreu a área urbana e comunidades rurais com condições de trafegabilidade nos municípios da Região Metropolitana de Manaus, sendo eles: Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Autazes, Careiro, Careiro da Várzea e Itacoatiara.

Entre os municípios do sul do Amazonas, foram visitados Boca do Acre, Manicoré, Novo Aripuanã e Canutama, cuja programação contou com a participação da Biblioteca Móvel e foi realizada na sede e nas comunidades da RDS do Rio Madeira.

FOTOS: Núcleo de Educação Ambiental / Ipaam