Ipaam participa de Encontro Nacional de Usuários RedeMAIS, em Brasília

Além do Ipaam, mais de 120 instituições públicas de todo o país estiveram no evento

Uma equipe do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) esteve em Brasília, nos dias 18 e 19 de junho, participando do 2º Encontro Nacional de Usuários RedeMAIS 2024, no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal. Além de adquirir novos conhecimentos no evento, a coordenadora do Centro de Monitoramento Ambiental e Áreas Protegidas (CMAAP) do Ipaam, Priscila Carvalho, também foi uma das palestrantes.

Na ocasião, Priscila explanou sobre o uso da plataforma RedeMAIS no combate ao desmatamento no Amazonas, demonstrando como a tecnologia está sendo utilizada para monitorar e preservar as florestas amazônicas. A palestra foi aclamada por sua abordagem detalhada e prática, destacando a eficiência da plataforma na identificação e controle de atividades ilegais que ameaçam o bioma amazônico.

“A utilização da RedeMAIS tem sido crucial para nosso trabalho de fiscalização e proteção ambiental. Com essa ferramenta, conseguimos mapear áreas críticas e agir rapidamente para conter o desmatamento”, afirmou Priscila durante sua apresentação.

A RedeMAIS é um conjunto de tecnologias que coleta um programa de monitoramento ambiental e abrange mais de 460 milhões de organizações registradas, totalizando 98 mil usuários. O programa auxilia no monitoramento da cobertura vegetal e no combate a crimes ambientais, como desmatamento e degradação florestal, atividades de planejamento urbano, além de acesso a imagens diárias, via satélites da PlanetScoope.

O evento, organizado no âmbito do Programa Brasil MAIS (Meio Ambiente Integrado e Seguro), contou com mais de 120 instituições públicas de todo o país. Além da coordenadora do CMAAP, a equipe do Ipaam era composta por mais nove técnicos das gerências de Geoprocessamento (GGEO) de Controle Agropecuário (GCAP) do órgão ambiental.

O 2º Encontro Nacional de Usuários RedeMAIS 2024 proporcionou um espaço valioso para a troca de experiências e conhecimentos entre as diversas instituições presentes, reforçando o compromisso do Programa Brasil MAIS com a segurança e a sustentabilidade ambiental.